Foto Renato Mangolin

Marina Magalhães é atriz, bailarina, pós-graduada em Preparação Corporal pela Faculdade Angel Vianna (RJ), formada em dança clássica e contemporânea pelo Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (BH) e como atriz pela Casa das Artes de Laranjeiras (RJ). Marina ainda é licenciada em dança pela Faculdade Angel Vianna, mestre em Artes Cênicas pela UNIRIO (RJ) e doutoranda em Artes Performativas pela Universidade de Lisboa (LIS-PT).

 

 

Iniciou seus estudos com a dança aos cinco anos de idade em Belo Horizonte. Integrou a Cia de Dança Oberdan Vidal (1998-2001) e o Grupo Primeiro Ato Companhia de Dança (2007-2009). Indicada ao Prêmio Sesc/Sated (2006) na categoria Revelação em Artes Cênicas, pelo espetáculo Até amanhã ainda é bastante tempo (2006), atuou e coreografou a video dança Insomne (2009), com a qual ganhou o prêmio de Melhor Curta Metragem na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. No teatro e na dança participou de diversos espetáculos, dentre eles Paisagens Imaginárias (2005), dirigido por Izabel Costa, Abram-se os histéricos (2012), dirigido por Regina Miranda, com texto de Antonio Quinet; e da Instalação Performática Ferida Sábia (2012), dirigida por Ana Vitória. Em 2016, estreou seu primeiro trabalho autoral Mar de Ressaca  (2016), em parceria com a Cia Impele e direção de Marco André Nunes.

Dentre outros trabalhos, destacam-se o Encontro de Gerações (2011/2013), idealizado pelo Festival Correios em Movimento, espetáculo que proporcionou o encontro de figuras emblemáticas de diversas gerações como Angel Vianna, Carlota Portela, Regina Miranda, Ana Vitória, Flávia Tápias, Carlinhos de Jesus e Luiz Mendonça; Outside – Um Musical Noir (2010), no qual atuou e fez a Preparação Corporal do elenco – direção de Marco André Nunes, ganhador de diversos prêmios pelo FITA 2011, Prêmio APTR de Teatro e Prêmio Artes Qualidade Brasil. Também fez a Preparação Corporal de peças como Dhrama (2015), com Luca Bianchi e Lívia de Bueno, O Céu Está Vazio (2012), com a Cia Casa de Jorge, texto de Julia Spadaccini e direção de Jorge Caetano; Cara de Cavalo (2012), do grupo Aquela Companhia de Teatro; e a Direção de Movimento de À Beira do Abismo me Cresceram Asas (2013), com direção de Maitê Proença e Clarice Niskier, com supervisão de Amir Haddad e Angel Vianna.

 

Na TV e no cinema teve participações em novelas da rede Globo como Tempos Modernos (2010), direção de José Luiz Villamarim; Escrito nas Estrelas (2011), de Elisabeth Jhin; e no filme De Pernas pro Ar (2010), de Roberto Santucci. Marina vem trabalhando ao lado de grandes diretores como Angel Vianna, Regina Miranda, Ana Vitória, Suely Machado, Márcia Rubin, Marco André Nunes, Joelma Barros, Sotiris Karamesinis, Teresa Taquechel, Clarice Niskier e Amir Haddad. Trabalha desde 2010 na Faculdade Angel Vianna, inicialmente como coordenadora do curso de Preparação Corporal e atualmente como professora de Conscientização do Movimento e dança contemporânea do curso técnico de bailarino contemporâneo.

Para saber mais, clique em: